5.10.08

Boca de Urna e Sujeira em Taboão!

2008 não foi diferente. Como sempre acontece na pequena caixa de marimbondos, as eleições foram marcadas pelo desrespeito com a cidade, com as leis e com a população, sobretudo com a população dos bairros periféricos.


Jardim Maria Helena

Carros de som castigaram a periferia com paródias infames e jingos dignos dos candidatos de 2008. As "músicas" martelaram dia e noite rimas compostas com os números e nomes dos candidatos. Não houve debate ou propostas políticas.


Rua do Pronto Socorro do Antena

Hoje, 5 de Outubro, dia da votação, só não viu quem não quis a famosa bocas-de-urna. Nas portas e nos arredores das escolas onde ocorreram as votações, foram panfletados "santinhos" que emporcalharam a cidade inteira. A "Prática vedada pela Lei Eleitoral e conceituada como crime, punível com pena de detenção de seis meses a um ano (art; 39, §5º, I e II, L. 9.504/97) e mais multa de 5.000 a 15.000 UFIR. Consiste em fazer propaganda eleitoral no dia da eleição pelo uso de alto falante e amplificadores de som, promoção de comícios ou carreatas, além da distribuição de material de propaganda política, inclusive volantes e outros impressos, bem como pela prática de aliciamento, coação ou qualquer manifestação tendente a influir na vontade do eleitor."

Jardim São Judas

Pode-se inferir qual é a índole destes senhores(as). Nem foram eleitos e já ignoram a lei e a ordem. Já dá pra ter uma idéia de antemão como será a administração da verba e do poder público nos próximos quatro anos.


Rua do Fórum

Fiz questão de blogar este artigo após o fechamento das urnas. Em apenas 15 minutos registrei com um amigo a sujeira lançada em cinco bairros. Se eles sujaram a cidade desta forma para todo mundo ver, imagine a sujeira sob os tapetes das secretarias, câmara e prefeitura.


Jardim Salete

Fotografias de Jorge Daniel



T.M.Vaz